domingo, 4 de julho de 2010

Roma


Todas as pessoas deveriam visitar Roma antes de morrer.

De verdade, acho que todos nós deveríamos nascer com um ticket vitalício para Roma, usado a nosso próprio critério, um vez na vida. Ir a Roma, exageros à parte, lembra que o mundo já foi construído à mão, e que naquela época tudo era mais forte, as paredes e as pessoas. Milhares de anos depois, ainda vemos as ruínas não tão arruinadas assim. Quem disse que Roma caiu? Seu império sim, mas a cidade não.

Se vc precisa se apaixonar, seja pela primeira vez, segunda ou pela útima, este é o lugar. Se apaixone pela imponência do Coliseu, pelo apelo histórico de cada canto da cidade, pelo romantismo da Fontana di Trevi, pelo seu namorado, pela sua família, por Deus e por você.

Paixão é a palavra-chave.

Cada ruela, com seus ristorantes e gelaterias. Cada cruzamento do louco trânsito italiano. Cada ruína da época do Império Romano, cada teatro, estátua, museu. Cada coisa em Roma tem um quê de romantismo, história e um brilho inexplicável.

Se perca no caminho e se ache novamente em um caminho novo, tão lindo quanto o original.

Será que se fizermos um abaixo-assinado conseguiríamos esse ticket aí? Só uma vez na vida, pra todo mundo ter o direito de se apaixonar.


Um comentário:

  1. Incrível como é isso mesmo.
    feliz por essas palavras =)

    ResponderExcluir